sábado, 29 de outubro de 2011

Identificado Pistoleiro Morto Durante Acerto de Contas no Aguiar/PB. Homem é Natural de São Bento/PB

foto:diário do Sertão
Identificado no começo da noite desta quinta-feira (27) na Gerência de Medicina e Odontologia Legal (GEMOL), o corpo do homem morto durante troca de tiros ocorrida na Zona Rural do Aguiar/PB no final da tarde da quarta-feira.
Trata-se de Joaquim Paz de Lima Neto vulgo (Bôca), 52 anos, natural de São Bento/PB, mas residente na Cidade de Alexandria/RN, inclusive com passagem na Polícia de Patos/PB.
Conforme informações, Joaquim da Paz de Lima Neto, acompanhado de outro elemento não identificado, teriam se aproximando da residência de Nilton Gregório de Sousa, de 51 anos, e o filho dele, Adenilton de Sousa Júnior, de 27 anos, efetuado vários disparos no Município do Aguiar.
Na troca de bala, um projétil acertou a viseira do capacete da vítima, atingindo a cabeça, ocasionando morte imediata. O comparsa ao ver o companheiro caído fugiu do local na Moto.

O crime, conforme informação teria acontecido por causa de uma Rixa familiar.

*Fonte Sertão em foco todos

Relembre o caso:

Pistoleiro é morto ao tentar assassinar suas vítimas.

Um suposto pistoleiro que junto com o comparsa em uma moto tentou matar dois homens na Zona Rural de Aguiar, no Sertão do Estado, acabou morrendo em troca de tiros com as vítimas no fim da tarde de ontem (26).
O matador ainda não foi identificado e morreu com um tiro na cabeça.
De acordo com informações do radialista Flávio José, correspondente da 98 FM, as duas vítimas seriam Nilton Gregório de Sousa, de 51 anos, e o filho dele, Adenilton de Sousa Júnior, de 27 anos.
Os dois informaram à Polícia que dois homens numa moto se aproximaram da casa deles e o homem que estava na garupa desceu do veículo já atirando contra eles, que revidaram, iniciando a troca de tiros.
O atirador foi atingido na cabeça e morreu na hora. O homem que guiava a moto, ao ver o corpo do comparsa no chão, fugiu. As vítimas disseram que ele estaria ferido.
A Polícia está em diligência à procura do fugitivo e acredita que os crimes são causados por rixa entre famílias locais. Há cerca de três meses um ex-policial foi morto e Adenilton de Sousa Júnior seria suspeito de cometer o crime.

Nota do blog: Boca ou Roni teria sido preso em José da Penha/RN no ano de 2007, em seguida transferido para Catolé do Rocha/PB e posteriormente para Patos/PB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Opine com responsabilidade sem usar o anonimato!

A Liberdade de Expressão... está assegurada, em Lei, à todo Cidadão,LIVRE!

Entre em contato - E-mail: nossoparanarn@gmail.com