quinta-feira, 1 de março de 2018

Estudante é esfaqueada após marido bisbilhotar mensagens de WhatsApp

Uma estudante de 25 anos foi esfaqueada pelo próprio marido após uma crise de ciúmes provocada por uma conversa via WhatsApp. Segundo informações da Polícia Civil, o autor do crime, um autônomo de 29 anos, se irritou após 'bisbilhotar' o celular da vítima. O caso aconteceu nesta terça-feira (27), em Santos, no litoral de São Paulo.

O crime ocorreu na residência do casal, na Rua Marechal Aguinaldo Caiado de Castro, no bairro Castelo. Segundo apurado pelo G1, a vítima estava dormindo enquanto o marido checava seu celular em busca de fotos e mensagens comprometedoras. Ao encontrar algo que não lhe agradou, o autônomo acordou a estudante para discutir a relação.

Ainda segundo informações da polícia, neste momento, o homem acabou 'se transformando' e começou a agitar com violência. Em seguida, ele se armou e começou a agredir a esposa com socos e diversas facadas. Para se salvar, a estudante correu até a casa de um vizinho pedindo ajuda para poder acionar a polícia.

Antes da chegada dos policiais, a vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada ao Pronto Socorro da Zona Noroeste, onde foi atendida e medicada. Já no hospital, a jovem relatou o ocorrido para o policial militar que atendeu a ocorrência e ainda afirmou que essa não foi a primeira vez que seu marido a agrediu.

Quando os policiais chegaram na residência, notaram que o local havia sido limpo e não restava qualquer vestígio do crime. O autor e a arma não foram encontrados. O boletim de ocorrência foi registrado na Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Santos. A estudante compareceu à delegacia, mas se sentiu mal e precisou retornar ao hospital. Dessa forma, os policiais não conseguiram colher seu depoimento. O caso será investigado pelo 5° Distrito Policial de Santos.

* G1 Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Opine com responsabilidade sem usar o anonimato!

A Liberdade de Expressão... está assegurada, em Lei, à todo Cidadão,LIVRE!

Entre em contato - E-mail: nossoparanarn@gmail.com