sábado, 6 de outubro de 2018

‘Entrei na maternidade com eles no braço’, diz mãe de gêmeos que nasceram em ambulância do Samu

Enzo e o Erick nasceram na ambulância do Samu a caminho da maternidade em Bauru — Foto: Julia Martins / G1 

A mãe dos gêmeos que nasceram na ambulância do Samu em Bauru (SP) na última quarta-feira (3) não imaginava que o parto seria tão rápido e que os meninos não esperariam nem a chegada ao hospital. Essa foi a primeira vez que o Samu fez um parto de gêmeos. 

Samu faz dois partos de gêmeos em menos de 3 dias em Bauru

“Eu fui fazer uma consulta normal de pré-natal, estava com 35 semanas, mas a médica viu que já estava com dilatação e chamou o Samu. Mas, não deu tempo. O primeiro nasceu e no caminho nasceu o outro. Entrei com os dois no braço na maternidade”, conta Cristiani Mara de Ângelo, de 33 anos.
Cristiani entrou em trabalho de parto e os meninos nasceram na ambulância do Samu em Bauru — Foto: TV TEM / Reprodução

O Erick e o Enzo vieram para completar a grande família de Cristiani e do marido, Antônio Nildo do Nascimento. Os meninos são o nono e décimo filhos do casal.

Os dois foram surpreendidos com a gravidez de gêmeos no terceiro mês e desde então buscam condições para criar os bebês. Mãe e os bebês passam bem e devem ter alta em breve.

“O importante é que eles estão bem, apesar de todo susto que passamos durante o caminho para maternidade estou feliz que os dois estão com saúde”, completa a mãe.
Parto de Cristiani precisou ser feito dentro da ambulância em Bauru — Foto: Samu/ Divulgação


Mais um caso

Evelyn e Emily também foram encaminhadas para a maternidade em Bauru após o parto em casa — Foto: Samu/ Divulgação

E menos de 48 horas depois, na manhã desta sexta-feira (5), a equipe foi acionada mais uma vez para outro parto de gêmeos. Dessa vez duas meninas.

A Emily e Evelyn nasceram em casa com ajuda da equipe do Samu e dos bombeiros. A mãe, Andressa Aparecida Pires Roberto, que já tem dois meninos de 2 e 3 anos, e as bebês foram levadas para maternidade após o parto e passam bem.

Para enfermeira Rosana Costa Germano, que participou do parto das meninas, o momento foi muito especial.

“É uma coisa rara de acontecer, um parto domiciliar e de gêmeos então é algo diferente e emocionante e que exige um cuidado maior da nossa equipe”, finaliza.
Pouco mais de 48 horas depois, o Samu auxiliou em outro parto de gêmeos em Bauru — Foto: Samu/ Divulgação.

*G1 Bauru e Marília

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Opine com responsabilidade sem usar o anonimato!

A Liberdade de Expressão... está assegurada, em Lei, à todo Cidadão,LIVRE!

Entre em contato - E-mail: nossoparanarn@gmail.com